Dicionário Angolano



A
Acento esdrúxulo - Crase.

Aiué - Manifestação de dor.

Alcatrão – O asfalto das estradas.
Agrafador - Grampeador.
Aka - Credo, chiça.
Arca – Freezer horizontal.
Atribuído – Usado no sentido de aprovado, concedido. Quando você solicita um visto e ele é aprovado, por exemplo, dizem que ele foi atribuído.
Auá! - Caramba.
Auto-carro - Ônibus.
Avilo - Amigo (ver também dikamba).


B

Baçula - Derrubar o adversário, típico luandense.

Balas - Bonitas.
Baleizão - Gelado, sorvete.
Banda - Bairro, lugar perto da moradia.
Barona - Mulher.
Batuque - Designação genérica das danças africanas
Bazar - Fugir.
Bazaruka - Charro.
Bebucho – Gordo.
Bemba - Feitiço.
Berma – A beira das estradas, no Brasil é chamado de acostamento.
Bilingui - Mentiras, trapaças.
Biricoca - Cerveja.
Bisnar - Roubar, mentir.
Bisne - Coisa.
Bisnei - De bisnar, mentir.
Bisno - Negócio clandestino, roubo.
Bitola – Também usado para cerveja.
Bikini – Cueca.
Boda - Festa.
Boiado – Bêbado.
Bookar - Estudar.
Boléia - Carona.
Bongololô - Aquele que vive abusivamente em casa de outrem, muito em moda em Luanda.
Buamados - Espantados.
Bué -Muito.
Bufa - Peido.
Bulir - Trabalho
Bumbo, grunho - Negro (depreciativo).
Bumbar – Trabalhar.


C

Cabaz - Cesta básica (cabaz básico) ou de Natal (cabaz de Natal).

Cabrité/frangalhada – Churrascos na rua (cabrito e frango).
Cacimba - Cisterna
Cacimbo - Inverno.
Cacimbado - Diz-se da pessoa que enlouqueceu.
Caenche - Musculoso.
Carrinha - Camionete.
Calão - Gíria.
Candengue - Novato.
Capinar - Arrancar o capim (a erva, relva)
Censurar - Revisar.
Chave - Abridor de garrafas, também pode ser chamado de saca-rolhas, mesmo quando abre tampinhas.
Chibado - Bêbado (ver também grosso).
Chuimga - Chiclete.
Chumbo - Tiro.
Chupar - Beber.
Coiso - Palavra curinga, serve para qualquer coisa, pessoa e muitas vezes até como verbo. 
Comando - Controle remoto.
Comida fofa – Bolo ou pão, com leite.
Conduzir - Dirigir.
Constrangimento – É usado no sentido de problema. Por exemplo, se você morar em Luanda Sul e tiver de trabalhar no centro, vais enfrentar muito constrangimento com o tráfego.
Cretcheu - Querida
Cu - Bunda.
Cúbico - Casa, quarto.
Cuiar/bala - Tudo bem. Exemplo de uso: Como é, tás fixe? Ya, to a cuiar, to bala.


D

Dama/mboa – Mulher/esposa, namorada.

Dar uma Kapa - Fintar o adversário.
Deitar fora - Jogar fora.
Deu caldo - Morreu.
Descaída – Descida, ladeira.
Desconseguir – Não conseguir
Diamba - Também chamado Liamba, é a cannabis sativa, conhecida no Brasil por maconha. Fumada ou inalada pode dar alucinações. Os velhos africanos fumam muito a diamba, com propósitos medicinais.
Diambeiro -Fumador de Diamba, o mesmo que liambista.
Diarra - Diarréia
Diloba - Diarréia.
Dipanda - Independência.
Direito – Seguir em frente. Ao conduzir, se você disser para um angolano vá diréto, ele entra a direita.
Doce de Natas - Pastel de Belém.
Dzumba Malaica - Mau hálito, também conhecido como kibuzu


E
Escutador - Telefone com fio.

Estamos Juntos - Cumprimento usado pelos angolanos, principalmente a partir de 1975, quando o país se torna independente e sofre ataques de outras nações africanas que financiaram a guerra civil.

Estreito – Magro, esbelto.
Extensão - Ramal.


F

Farofa - Farinha de mandioca, sal, azeite doce, vinagre e cebola picada tudo preparado a frio.

Farfalhar - Namorar mais atrevidamente.
Fatigar – Canseira. Exemplo: "Tás a me fatigar".
Fatigado – Avariado, quando designado para máquinas. Exemplo: Essa geladeira tá fatigada, a pá.
Fazer banga - Ostentar marcas.
Fiche - Legal. Usa-se "Estás fiche?" para perguntar "Tudo bem?".
Filho da Caixa - Filho da mãe, insulto suave, soft, como dizem os caméricas.
Fita de colar – Durex, que aqui é uma marca de camisinha. Cuidado quando pedirem a alguém.
Fobado – Com fome.
Fotocópia - Xerox.
Funji - Massa cozida, conhecida por fubá de mandioca "bombó" ou de milho "kindele".

G

Galar - Namorar, ver se a dama dá atenção.

Galo - Vejo.

Galão - Copo de café com leite.
Galinha do mato - Galinhola
Garina - Rapariga
Gasosa - Refrigerante.
Geleira - Geladeira.
Gelado - Sorvete.
Ginga - Bicicleta.
Giro - O mesmo que Fiche. Também pode ser usado no sentido de passear, dar um giro.
Grosso - Bêbado (ver também Chibado).


I

Iá - Sim


J

Jiboiar – Descansar (dormir) após o almoço.

Jingindu - Tranças.
Jinguba - Amedoin.
Jindungo ou Jindungu - Picante, fruto do jindungueiro. Deriva de seu nome o verbo ajindugar, que significa condimentar com jindungu. O jindungu pode ser de dois tipos:Kahombo ou kaleketa. O Kahombo, arredondado, é bastante saboroso. O Kaleketa, alongado, é bastante picante. "Jindungu no rabo do outro, é refresco" costuma dizer o povo, quando está zangado.


K

Kakusu - Peixe de rio muito apreciado,também existe no mar, mas não é tão gostoso.

Kalundus - Espíritos
Kalunga - Tudo o que se refere à água, divindade do mar.
Kamundongo - Natural de Luanda, também se diz Kaluanda
Kandandu - Um abraço.
Kandonga - Negócio ilegal. Acabou, por uso, sendo designado para os lotações, os famosos azulzinhos.
Kandongueiro - A pessoa que gerencia a Kandonga. Também, por uso, virou sinônimo de táxi, lotação.
Kafundado - Injustiçado, preterido.
Kangar - Prender
Kanvanza - Discussão
Kangundu - Branco. Também se usa Pula ou Mindele.
Kapurroto - Vinho adulterado(pode matar).
Kaxexe - Segredo.
Katá - Desculpas esfarrapadas, mentiras.
Katé Mungu - Até amanhã.
Kazucuta - Dança, mas também, não gostar de trabalhar, confusão.
Kazucuteiro - Preguiçoso.
Kayaya - Fiche, porreiro. Diz-se "do kayaya".
Ketas - Músicas.
Kianda - Sereia em quimbundo, no singular. No plural, torna-se Ianda.
Kibiona - Apalpadela numa mulher, geralmente no rabo (bunda)
Kibucas - Prostitutas.
Kicuto - Fato, terno.
Kinga - Espera.
Kifufutila - Torrada e descascada a jinguba, junta-se farinha de mandioca, o açúcar e a canela., pisando-se tudo num pilão. Peneira-se tornando a pisar a parte grossa.
Kilape - Fiado, empréstimo.
Kilapeiro - Caloteiro, pessoa que sempre pede dinheiro emprestado.
Kilharam - Lixaram.
Kionga - Prisão.
Kinda - Espécie de cesta.
Kissonde - Formiga avermelhada de picada dolorosa.
Kitaba - Pasta de Jinguba
Kixiquila - Empréstimo informal, entre amigos. Espécie de cooperativa.
Kota - Forma respeitosa de chamar os mais velhos.
Kuata - Agarra.
Kubata - Alhota, residência, domicílio.
Kumbu - Dinheiro.
Kwata-Kwata - Era o nome dado para as guerras entre os principados do reino do Congo antes da colonização portuguesa. Virou expressão de uso corrente e quando um angolano quer mandar o cachorro atacar alguém, por exemplo, diz ao cão: "kwata-kwata".


L

Lapiseira, esferográfica - Caneta.

Lapiseira - Porta-minas.
Liamba - Também chamada diamba, é a cannabis sativa, conhecida no Brasil por maconha. Fumada ou inalada pode dar alucinações. Os velhos africanos fumam muito a diamba, com propósitos medicinais.
Lwandu - Esteira, serve de cama.


M
Mbaia - Ultrapassagem na rodovia.

Machimbombo - Autocarro, onibus

Maka – Problema.
Makunde - Feijão-frade.
Malembe - Devagar.
Malaiki - Esperto, atento, também pode ser invejoso.
Malta – Galera.
Mambo – Objeto, alguma coisa.
Marimbondo - Formiga grande e feroz. Segundo a leitora Patyfendes, é um inseto voador, que fica nas árvores e ferra mais que abelha.
Mata-bicho – O pequeno-almoço português, nosso popular café da manhã. Com o uso, virou verbo. Ninguém está a lhe oferecer um inseticida se lhe pergunta: “Já mata-bichastes hoje?” Provavelmente vai convidá-lo para o café da manhã.
Mataku - Rabo, cu.
Mato - Sertão.
Matubas - Testículos.
Matuji, tuji - Merda
Matumbos - Burros.
Mauindo, bitacaia - Pulgas nos pés
Mboa/Dama – Mulher/esposa, namorada.
Monandengue - Miúdo, garoto.
Motorizada - Motocicleta.
Muata - Chefe.
Mujimbu - Boato.
Múkua - Fruto do imbondeiro, faz-se um sumo, bem fresco e com qualidades laxativas.
Mulumba - Marreca
Mundele - Branco.
Mungu - Até amanhá.
Muringue - Bilha de água, conserva a água fresquinha.
Museke - Terreno arenoso, bairro. E como bem alertou o leitor Fernando Baião, é O museke, ou musseque (grafia portuguesa) e não A musseque.
Muxima - Coração .
Mwata - Grande Chefe, serve para designar todos os chefes, tribais ou não. Como em Angola "Chefe" tem sempre muitas mulheres, a designação de marido de toda a gente não destoa. Em Luanda, começou a usar-se o termo, para os ministros e outros que têm o poder.


N

Não tem kigila - Não há problema.

Nas Calmas - Tudo bem.
Ngombiri - Mulherengo, expressão muito usada por todos em Luanda.
Nguvulu - Governador.


O

Onda - Feitiço.


P

Paiar - Aldabrar, tramar, pode até querer dizer matar.

Paludismo - Malária
Panina/paneleiro – Homossessual.
Pankê - Comida.
Parte-os-cornos – Camisa de mangas cavas.
Partir – Quebrar. Usa-se inclusive para estradas danificadas pelas chuvas. "A estrada está partida". Aqui, quando alguém diz "A ponte que partiu", refere-se literalmente a uma ponte destruída pelas chuvas.
Partir o Braço - Pedir dinheiro, também usado como roubar em alguns contextos.
Passadeira - Faixa de Pedestres.
Pastelaria - Padaria.
Pato - Penetra de festa, o famoso bico.
Peão - Pedestre.
Prego no prato - Bife a cavalo.
Prego no pão - Churrasquinho, sanduíche de bife.
Pica - Em português de Angola, é injeção, vacina, ou qualquer tipo de exame que exija o uso de agulhas. Quando você suspeita que contraiu malária, por exemplo, toma a pica. E ainda paga cerca de 8 dólares para isso numa boa clínica privada.
Picar - Reprovar nos exames escolares.
Pitar - Comer.
Pita Bwé - Come muito.
Pong - Estilo, charme, poster.
Porreiro – Legal. Exemplo: "Esse gajo é bem porreiro".
Pula - Branco.
Puto – O mesmo que miúdo, garoto, menino.

Q

Quentex - Bebida forte


R

Raias - Óculos de Sol.

Rancheira - Prostituta, (não é muito usual).
Rapina - Assalto, roubo violento.
Romper – Também serve para quebrar, estragar. Quando alguém bate no seu carro, por exemplo, dizem que lhe romperam a viatura.
Rotunda - Rotatória.
Ruca - Carro.


S

Sakidila – Obrigado

Salo – O trabalho.
Sande - Sanduíche.
Santinho - Saúde
Semba - Dança angolana
Sítio – Lugar.
Soba - Autoridade suprema de um domínio africano. Régulo.
Sukuama - Ai, pôças, pópilas, com os demónios!
Sumo – Suco.
Sungura - Dança de origem zimbabweana, que o angolano grama(gosta) dançar.
Sussa - Mijar.


T

Tá a bater – Tudo bem (resposta à pergunta "tudo bem?"; tá a bater significa que, se o coração bate é porque está tudo bem).

Tambula conta - Cuidado.
Telemóvel - Celular.
Terminal – Número do telemóvel.
Tráfego - Congestionamento de veículos.
Tranco - Fazer amor.
Trânsito - Policial da Polícia de Trânsito.
Trapa - Veste
Tropa - Exército. Eles dizem "fazer a tropa" para o que chamamos "servir ao exército" no Brasil.
Trungungueiro - Sôfrega, aquele que já tem e quer mais.
Tunda - Fora, rua.
Turrum - Moto.


U

Um valor - Mulher linda.

Uaué - Acudam, socorro.


V

Viatura – Qualquer tipo de carro.

Vírgulas altas - Aspas.


X

Xamavu - Vem do kimbundu "ixi ya mavu" terra de barro vermelho, nome também dado antigamente ao mercado de S.Paulo, por estar situado em terra de barro vermelha.

Xaxu (Manda Xaxu) - Papo furado.
Xé - Psst, tu, você, olá.
Xinguilar - Ficando maluco.
Xuxa - Mama.


W

Walalá - Gritamos, quando o jogador faz uma grande finta num jogo.


Z

Zungueria - Ambulante.

Sem comentários:

Publicar um comentário